Filmes e Séries

Festival de Curtas-Metragens

Os curtas-metragens são obras audiovisuais que tiveram participação ativa na construção da história do cinema. Muitos grandes diretores, como David Lynch, Tim Burton, Spike Jonze, entre outros, iniciaram sua carreira cinematográfica produzindo curtas-metragens. Contudo, estes “mini-filmes” não são considerados relevantes pelo grande público, que presume que os mesmos são meras produções paralelas à sétima arte e isto é um grande erro! Além de serem produções de curta duração, que denotam praticidade, estes podem ter conteúdos incríveis e para todos os gostos, ademais, são de fácil acesso já que a maioria pode ser encontrada no YouTube.

Dentro da esfera audiovisual, os curtas-metragens estão entre os meus favoritos! Vejo vários de uma só vez e sinto as mesmas emoções que uma produção de longa-metragem transmitiria. Para as pessoas que não possuem tanto tempo decorrente da rotina diária, é uma opção maravilhosa! ❤

Fiz uma lista com 5 curtas que eu acho incríveis! Tentei elaborá-la de modo diversificado que pudesse agradar aos diferentes gostos:

 

Os Fantásticos Livros Voadores do Senhor Lessmore (2012)

Vencedor do Oscar de melhor curta-metragem de animação em 2012, “Os Fantásticos Livros Voadores do Senhor Lessmore” nos apresenta uma criativa história que homenageia o mundo mágico dos livros com muita sensibilidade! Este curta é amor à primeira vista!

 

Cargo (2013)

Curta ambientado em um apocalipse zumbi, “Cargo” possui um conteúdo muito comum da cultura pop, entretanto, este foge do gênero, pois se trata de uma história de amor. Foi um dos finalistas do Tropfest, que é a maior premiação de curtas do mundo. Além disso, esta é a obra que deu origem ao filme original Netflix de mesmo nome, protagonizado por Martin Freeman (que interpreta o elementar Watson na série Sherlock).

 

Alma (2009)

Alma é uma obra de apenas 5 minutos, que surpreende pela originalidade e por ser imprevisível. O curta pode nos despertar diversas sensações como: curiosidade, medo, aflição e empatia.

 

Amy (2010)

Curta de apenas 4 minutos que me deixou sem ar! Amy sente medo do monstro que mora com ela. É uma produção holandesa pouco conhecida, que trabalha com a utilização de uma dolorosa metáfora.

 

Zero (2010)

A premissa de Zero, apesar de parecer fantasiosa, nos faz refletir e inserir seu contexto na nossa realidade, pois se trata de um curta de animação que evidencia as possibilidades de um ser que são limitadas por uma característica de nascença e a exclusão, gerada por pessoas que se consideram “normais” ou superiores. É uma história muito envolvente e sensível!

 

Estas são as minhas sinceras recomendações do Festival de Curtas-Metragens, irei postar mais em breve! Se souberem de outros curtas-metragens incríveis ou se assistirem algum dos citados, deixem um comentário para a gente!

Até mais!

Anúncios

Um pensamento sobre “Festival de Curtas-Metragens

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s