Filmes e Séries

Um Brasil pós devastação? só em 3%, nova série da Netflix!

Pela primeira vez na minha vida vi uma série brasileira sendo lançada no mundo inteiro, pelo menos uma vez na vida os gringos é que vão ter que ver série legendada, o jogo virou! Ta por fora? vou te explicar!!!

3% é a primeira série original Netflix produzida no Brasil, criada por Pedro Aguilera um alemão que já colaborou com roteiros de alguns filmes brasileiros como Os homens são de marte… e é pra lá que eu vou e Copa de elite, porém é dirigida por gente daqui do Brasil. Os atores são todos brasileiros, alguns já bem conhecidos por nós como a Mel Fronckowiak, João Miguel, Zezé Motta e o Sérgio Mamberti (famoso Dr. Victor de Castelo Rá-Tim-Bum) e outros atores novos que devem ter adorado a oportunidade de participar da série.

A historia é a seguinte, contexto de devastação no Brasil, mas o lugar não é especificado. Uma parcela da população tem tudo e a outra vive na miséria, sem ter o que comer, onde morar e o que vestir. As pessoas crescem nesse contexto de pura miséria e com 20 anos tem o direito de participar do processo, os que conseguem ir até o final e passar por todas as provas de lógica, habilidades e sobrevivência são os 3% que vão pro Maralto, conhecido como “o lado de lá”, lugar onde ninguém precisa se preocupar com pobreza, “um lugar livre de injustiças”, como dito pelo chefe do processo. Assim como em nosso sistema o que é pregado pras pessoas é que cada um tem o que merece, que o próprio mérito os levariam para o “lado de lá”. CLARO que tem aqueles que vão contra esse processo né? esses são intitulados como “A causa”. Minha percepção da história é que parece que fizeram um combo do contexto pós apocalíptico de The 100 com a tecnologia e aquele “O que que a gente ta fazendo com o mundo?” de Black Mirror, nada muito original, porém minha percepção é que mesmo não sendo uma história completamente inovadora acada sendo novidade por ser nossa primeira série desse porte.

Tem muita gente criticando, mas também tem muita gente animResultado de imagem para 3 % netflixada com a série. Nós costumamos a ter certo preconceito com produções brasileiras e eu já venho há algum tempo dizendo que temos que valorizar nossas produções pra que elas melhorem, tem muita coisa boa sendo feita por aqui. Sem contar nas oportunidades de um personagem legal pra esse monte de ator brasileiro que não tem pra onde ir e o que fazer nesse país (tem malhação, mas né..). Claro que algumas atuações não são dignas de Hollywood, mas vale a pena dar uma chance.

Algumas curiosidades: O Jorge Dias é uns dos atores que interpreta um dos que vão pro processo, ele é filho do Mano Brown e você vai se assustar com a semelhança. Outra curiosidade é que em 2011 essa série teve um piloto no Youtube com a mesma história, mas com atores e cenários diferentes, nenhuma emissora brasileira se interessou pela história até que a Netflix viu um potencial no enredo e topou produzir a série. E tem mais, quem esta assistindo ta adorando o fato de que pela primeira vez não estamos vendo legendado e o quanto isso é estranho e legal, nas redes sociais você encontra comentários muito bons como o da própria Netflix “Olá, gringos! Fiquem à vontade para ver dublada ou legendada. Nós vamos ver com o áudio original e sem legendas dessa vez. ;)”. Outra coisa que achei legal é que na série mostra um monte de fruta que só tem aqui no Brasil (não sei se quem assistiu reparou), mas quando apareceu uma carambola eu pensei: será que os gringos já tinham visto uma carambola na vida?

Creio que devemos comparar as coisas com elas mesmas, não da pra comparar a primeira produção da Netfix no Brasil com Game Of Thrones e dizer que a nossa é ruim né? Pra uma primeira experiência eu preciso dizer que até me surpreendi com a qualidade dos cenários, dos diálogos e das atuações.

A série tem oito episódios com aproximadamente quarenta minutos cada, em menos de um dia da pra ver e juro que não é cansativa.

Até a próxima!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s